Arp 303 – Um Belo Par de Galáxias Observado Pelo Hubble

Uma bela imagem do Telescópio Espacial Hubble mostra duas galáxias espirais peculiares. As duas galáxias são conhecidas de forma coletiva como Arp 303, e o par está localizada a cerca de 275 milhões de anos-luz de distância da Terra. O par de galáxias é formado pela IC 563, a galáxia que está na parte inferior direita da imagem e pela IC 564, a galáxia que está na parte superior esquerda da imagem.

Essas duas galáxias fazem parte do chamado Atlas de Galáxias Peculiares, um catálogo de galáxias incomuns que foi produzido pelo astrônomo Halton Arp em 1966. Ele reuniu nesse catálogo um total de 338 galáxias, e o atlas foi publicado originalmente em 1966 pelo Instituto de Tecnologia da Califórnia.

O que Arp queria fazer em seu catálogo era fornecer exemplos dos diferentes tipo sd estruturas peculiares que poderiam ser encontradas nas galáxia. Enquanto que a maioria das entradas no catálogo consistem de galáxias únicas, algumas são galáxias ou que estão em interação, ou galáxias que aparecem em grupos.

As galáxias que estão em interação normalmente possuem uma forma distorcida, enquanto que as galáxias que estão em grupos, simplesmente estão ligadas pela força gravitacional, mas não estão próximas o bastante para interagirem a ponto de gerar grandes mudanças estruturais.

Embora as duas galáxias no Arp 303 não estejam muito próximas uma da outra, elas parecem distorcidas. Então, o Arp 303 está no catálogo como sendo um tipo não classificado. Na verdade, no atlas de Arp, os objetos que vão de 298 até o 310 são galáxias que devem estar em interação, como o Arp 303, mas aparecem como não classificados.

Essa imagem do Arp 303 foi feita usando na verdade duas observações separadas do Hubble. A primeira observação usou a Wide Field Camera 3, a WFC3 do Hubble para estudar as regiões de formação de estrelas no par de galáxias, usando para isso a luz infravermelha. A equipe que processou as imagens do Hubble dessa primeira observação disse que as galáxias IC 563 e a IC 564 são muito brilhantes no comprimento de onda do infravermelho e hospedam muitas regiões brilhantes de formação de estrelas.

A segunda observação foi feita com a Advanced Camera for Surveys, ou a ACS do Hubble, que foi usada para preencher algumas lacunas nos dados.

Asa cores, vermelho, laranja e verde, representam os comprimentos de onda do infravermelho obtidos pela WFC3 e a cor azul representa o dado na luz visível adquirido pela ACS.

Fontes:

https://www.nasa.gov/image-feature/goddard/2022/hubble-captures-pair-of-star-forming-spirals

Home

Acesse nosso Instagram – https://www.instagram.com/universo.genial

Acesse nosso Facebook – https://www.facebook.com/UniversoGenial?ref=hl

Acesse nosso Twitter – https://twitter.com/universo_genial

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.