Alguma coisa mexeu com um dos anéis de Saturno.

Cientistas da NASA descobriram, recentemente, que alguma coisa mexeu com um dos anéis de Saturno. A informação foi obtida através da sonda Cassini, que mostrou claramente uma alteração no desenho até então “perfeito” do anel F do planeta que é conhecido como “A Joia do Sistema Solar”. Os anéis de Saturno variam bastante de tamanho e possuem diversas cores que variam entre rosa claro, tons de cinza e marrom – algo que chegou a ser comparado, pela própria NASA, a uma pintura a fresco feita por um artista.

Eles são compostos por trilhões de partículas de poeira, rochas e gelo que orbitam o astro a diferentes velocidades, que podem atingir os milhares de quilômetros por hora. Algumas dessas partículas podem ter o tamanho de um grão de areia, enquanto outras podem ser tão grandes quanto montanhas aqui da Terra. O anel F, em especial, é o mais externo do conjunto e apresentou um borrão em seu traçado. Ele é um dos anéis mais ativos do sistema solar, já que os cientistas conseguem acompanhar mudanças em seu aspecto em questão de poucas horas. O último acontecimento, no entanto, não teve origem certa. Há uma especulação de que algum resíduo lá dentro tenha sido “retirado”. John Weiss, um dos pesquisadores envolvidos, explicou: “Existe uma evidência de que existem muitos desses corpos dentro do anel, mas não é possível vê-los por conta da poeira.

Mas eles estão lá, e, de vez em quando, eles acabam se chocando com outros resíduos e espalham muitas partículas para fora”. Essa colisão é chamada pelos cientistas de “jet”. Os astrônomos acreditam que os jets são formados graças à força gravitacional de uma pequenina lua de Saturno, chamada de Prometheus.

Ela funciona como um “pastor cósmico”, esculpindo o anel F enquanto orbita o planeta. Porém, como sua rota não é perfeitamente circular, a força não é constante e pode criar alguns aglomerados de rochas e outros objetos maiores, que acabam sendo atingidos por outros corpos e criando os jets.

A colisão, no caso, parece ter acontecido bem recentemente para os parâmetros astronômicos: a foto foi tirada no dia 8 de abril e os cientistas acreditam que o jet tenha acontecido no dia anterior. Nos dois meses que se sucederam, a “ferida” já havia voltado ao normal.

Fonte: http://www.megacurioso.com.br/

Acesse nosso Facebook – https://www.facebook.com/UniversoGenial?ref=hl

Acesse nosso Twitter – https://twitter.com/universo_genial

Acesse nosso Google+ – https://plus.google.com/10760548481248821010

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s