Afinal, por que Marte é vermelho?

O robô Curiosity, da NASA, pousou em Marte em 2012 e, desde então, tem feito diversas fotos do Planeta Vermelho. Mas você já parou para se perguntar por que ele tem essa cor? A explicação mais simples para o acontecimento é que o regolito, material que compõe a maior parte da superfície de um planeta, é composto por grandes quantidades de óxido de ferro, o mesmo composto que dá a coloração avermelhada ao sangue e a ferrugem.

Como todo esse ferro se concentrou lá, por que ele oxidou e por que ele é vermelho? Essas respostas já são um pouco mais complexas. O início de tudo foi há 4,5 bilhões de anos, quando o sistema solar foi formado. Muitos planetas contam com grandes quantidades de ferro em sua composição, já que o material foi originado no núcleo de estrelas já mortas. Ele foi carregado pelo espaço em uma gigantesca nuvem de gás e poeira que se “desconstruiu” para formar o sol e os planetas do nosso sistema. 

Enquanto o ferro encontrado na Terra se concentrou em seu núcleo ainda nos primórdios, em Marte ele ficou espalhado pela superfície. A suspeita é que isso tenha acontecido em função do tamanho do planeta – e, consequentemente, sua gravidade mais “fraca”.

O ferro puro tem um cor escura e brilhante, mas, quando exposto a quantidades suficientes de oxigênio para formar o óxido de ferro (III), uma estrutura composta por dois átomos de ferro e três de oxigênio. Agora, como tudo isso aconteceu em Marte? Pois é, essa é a pergunta sem resposta – pelo menos por enquanto.

Três teorias, nenhuma resposta.

É claro que alguma condição climática causou a oxidação do ferro na superfície do planeta e fez com que ele enferrujasse, sendo uma das explicações mais plausíveis a de que tempestades que atingiram Marte quando ele ainda era apenas um jovem planetinha vagando por aí.

O oxigênio da molécula de água se soltaria e se juntaria ao ferro e… Pode não ser nada disso. Existe outra hipótese de que o sol, ao longo de bilhões de anos, quebrou moléculas de dióxido de carbono e outros componentes, produzindo substâncias oxidantes, como o peróxido de hidrogênio e o ozônio.

Pode ser ainda, como sugerido em 2009 por um grupo de pesquisadores dinamarqueses, o caso de tempestades de poeira, que varreram a superfície do planeta e expuseram as camadas ricas em oxigênio dos cristais de quartzo que também compõem o rigolito de Marte. São três teorias que ainda não geraram uma resposta definitiva.

A origem da oxidação é um mistério, mas, depois que o ferro está oxidado, o que acontece é que o óxido de ferro (III) absorve as frequências de cores azul e verde, refletindo apenas a vermelha. Por ter uma coloração parecida com a do sangue, e podendo ser visto da Terra, o planeta foi batizado com o nome do deus romano da guerra: Marte.

Fonte: http://www.megacurioso.com.br/

Acesse nosso Facebook – https://www.facebook.com/UniversoGenial?ref=hl

Acesse nosso Twitter – https://twitter.com/universo_genial

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s