O espaço deixou Scott Kelly mais alto e mais jovem.

Depois de quase um ano no espaço, o astronauta Scott Kelly, da Nasa, retornou à Terra como um homem mudado: ele está mais alto e mais jovem. As informações são do site The Verge. Claro, não são essas mudanças que mais preocupam a Nasa, que está estudando a forma como os fluidos se moveram dentro do corpo de Kelly, se o seu sistema imunológico está bem e se ele perdeu muita massa óssea e muscular durante o voo.

Mas deve ser a primeira vez que a ciência ultrapassou as marcas de cosméticos em um tratamento caro a que a maioria das pessoas nunca vai ter acesso.  Segundo um porta-voz da agência espacial, a viagem de Kelly para a Estação Espacial Internacional o deixou aproximadamente 5 centímetros mais alto. Como não há gravidade no espaço, que puxa o corpo humano para baixo, a coluna vertebral pode esticar até 7,5 centímetros a mais do que era antes do voo espacial. Apesar disso, sua nova altura é temporária – a gravidade vai, eventualmente, puxá-lo de volta para o seu tamanho original. Esperemos que ele aproveite enquanto pode.

Como se ficar mais alto não fosse mudança suficiente, Kelly está pouco menos de 1/100 de segundo mais jovem do que teria sido se ele ficasse na Terra. A explicação para isso é um pouco complicada e tem a ver com a teoria da relatividade geral de Einstein. Se dois objetos se movem a velocidades diferentes, o tempo corre mais rapidamente para o objeto mais lento – um fenômeno chamado dilatação do tempo.

Kelly estava se movendo muito mais rápido do que nós aqui na Terra em sua temporada no espaço: a Estação Espacial Internacional viaja a mais de 27 mil quilômetros por hora em relação ao nosso planeta. Se você levar em consideração os 340 dias que o astronauta passou na EEI, isso significa que ele está cerca de 8,6 milissegundos mais jovem, segundo cálculos da revista eletrônica Quartz.

Receber atenção do mundo todo, conversar com o presidente, viajar em um avião particular, “rejuvenescer” e crescer – isso tudo além de viver uma experiência incrível, contribuir para avanços na ciência e ter uma vista privilegiada todo santo dia. Parece que a vida de astronauta é só flores, não? Pois é, mas isso é só porque estamos esquecendo que Kelly foi exposto a uma dose de radiação muito maior do que nós já experimentamos em nossas vidas. E ele também não tomou banho por um ano. Então, as coisas não são tão simples assim.

Acesse nosso Facebook – https://www.facebook.com/UniversoGenial?ref=hl

Acesse nosso Twitter – https://twitter.com/universo_genial

Fonte: http://hypescience.com/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s