Colônias em Vênus serão flutuantes?

Pesquisadores da NASA estão desenvolvendo o conceito que possibilitará a construção de habitações humanas na atmosfera de Vênus. Mesmo aparentando estar na contramão da história, afinal Marte sempre figurou como o próximo passo da exploração espacial, Vênus está surgindo como uma opção interessante — e ousada.

Basta avaliar as condições ambientais da superfície com temperaturas médias em torno de 500 oC, pressões acima de 90 vezes a da Terra e chuvas de ácido sulfúrico para se ter uma ideia do tamanho dessa ousadia. No entanto, Dale Arney e Chris Jones, da Divisão de Missão e Analise Espacial da NASA, propõem uma solução inusitada para a ocupação de Vênus por seres humanos que é literalmente a de viver nas nuvens.  Descobriu-se que na faixa dos 50 Km de altitude, Vênus oferece condições de temperatura e pressão comparáveis a da Terra, daí o estabelecimento de plataformas flutuantes capazes de sustentar habitáculos humanos não parece ser tão estapafúrdia assim.

Evidentemente o projeto se daria em etapas:O primeiro passo figuraria no envio de sondas capazes de avaliar todas as condições atmosféricas locais e criar as primeiras estações flutuantes. Algo como balões dirigíveis acoplados a painéis coletores de energia solar.

Na sequência teríamos missões tripulados com o intuito de construir plataformas flutuantes capazes de sustentar vida por longos períodos valendo-se das matérias-primas extraídas da própria atmosfera venusiana.

A evolução do projeto permitiria a construção de diversos habitáculos flutuantes conectados e interdependentes – algo como uma cidade construída nas nuvens.

Esse conceito denominado HAVOC (High Altitude Venus Operational Concept ) apresenta ainda muitos desafios a serem vencidos, tais como a proteção de todos os materiais da ação corrosiva da atmosfera — só para citar um exemplo.

Mesmo assim, a ideia de se oferecer uma opção à Marte que seja mais econômica e possibilite a criação de colônias humanas em outros planetas salta dos livros de ficção e ganha cada vez mais seu lugar na prancheta de engenheiros e cientistas que estão em vias, nas próximas décadas, de torna-la exequível.

Fonte: http://hypescience.com/

Acesse nosso Facebook – https://www.facebook.com/UniversoGenial?ref=hl

Acesse nosso Twitter – https://twitter.com/universo_genial

Acesse nosso Google+ – https://plus.google.com/10760548481248821010

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s