Grande parte da água da Terra é mais velha que o Sol.

Grande parte da água na Terra e em outros lugares do sistema solar provavelmente antecede o nascimento do sol, um novo estudo relata. A descoberta sugere que a água é comumente incorporada em planetas recém-formados através da Via Láctea e além, disseram pesquisadores – uma boa notícia para qualquer um que espera que a Terra não é o único mundo a abrigar vida.

“As implicações do nosso estudo são que a água interestelar gelada notavelmente sobrevive ao processo extremamente violento do nascimento estelar para então ser incorporada em corpos planetários”, disse o principal autor do estudo Ilse Cleeves, um Ph.D. em astronomia da Universidade de Michigan. “Se a formação do nosso sol foi típica, gelos interestelares, incluindo água, provavelmente sobreviveram e são um ingrediente comum durante a formação de todos os sistemas extra-solares”, acrescentou Cleeves. “Isto é particularmente interessante dado o número de sistemas planetários extra-solares confirmados até o momento – que também tinham acesso a abundante.”

Água, água por toda parte

O nosso sistema solar é abundante em água. Oceanos dominam não apenas a superfície da Terra, mas também se faz presente sob a superfície gelada da lua Europa, de Júpiter e Encélado, de Saturno. E o gelo de água é encontrado na lua da Terra, em cometas, nos pólos de Marte e até mesmo dentro de crateras sombreadas em Mercúrio, o planeta mais próximo do sol.

Cleeves e seus colegas queriam saber de onde toda essa água veio.

“Por que isso é importante? Se a água no início do sistema solar foi herdada principalmente do gelo do espaço interestelar, então é provável que gelos semelhantes, juntamente com a matéria orgânica prebiótica que eles contêm, são abundantes na maioria ou em todos os discos protoplanetários ao redor de estrelas jovens”, disse o co-autor Conel Alexander, do Instituto Carnegie para a Ciência, em Washington, DC.

“Se a água do sistema solar primitivo fosse em grande parte resultado do processamento químico local durante o nascimento do sol, então seria possível que a abundância de água variasse consideravelmente na formação de sistemas planetários, o que, obviamente, teria implicações para o potencial para o surgimento da vida outros lugares “, acrescentou Alexander.

Água pesada e ‘normal’

Nem toda a água é H2O é “comum”. Algumas moléculas de água contêm deutério, um isótopo pesado do hidrogênio que contém um próton e um nêutron em seu núcleo. (Isótopos são versões diferentes de um elemento cujos átomos têm o mesmo número de prótons, mas números diferentes de nêutrons. O isótopo de hidrogênio mais comum, conhecido como Protium, por exemplo, tem um próton mas nenhum nêutron.)

Como eles têm massas diferentes, o deutério e o protium se comportam de maneira diferente durante as reações químicas. Alguns ambientes são, portanto, mais propícios para a formação de água “pesada” – incluindo os lugares super-frios, como o espaço interestelar.

Os pesquisadores construíram modelos que simularam reações dentro de um disco protoplanetário, em um esforço para determinar se os processos durante os primeiros dias do sistema solar poderiam ter gerado as concentrações de água pesada observadas hoje nos oceanos da Terra, cometas e amostras de meteoritos.

A equipe zerou os níveis de deutério no início das simulações, em seguida, assistiu para ver se gelo o suficiente enriquecido com deutério pode ser produzido dentro de 1.000 mil anos – uma vida padrão para os discos de formação planetária.

A resposta foi não. Os resultados sugerem que até 30 a 50% da água dos oceanos da Terra e talvez 60 a 100% da água em cometas originalmente se formou no espaço interestelar, antes de o sol nascer.

Fonte: http://ocientista.com/

Acesse nosso Facebook – https://www.facebook.com/UniversoGenial?ref=hl

Acesse nosso Twitter – https://twitter.com/universo_genial

Acesse nosso Google+ – https://plus.google.com/10760548481248821010

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s