Astrônomos grudam 8 lentes fotográficas juntas, criam telescópio e descobrem 7 galáxias novas.

É como dizem: toda grande, excelente e genial criação tem sempre um mesmo princípio – a resolução de um problema. As ideias são soluções para inquietações que geralmente são coletivas, percebidas como problemas por algumas poucas pessoas. A criação desse novo telescópio é um bom exemplo disso. Uma equipe de astrônomos da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, teve recentemente um surto criativo. Na tentativa de ver partes do espaço que seus grandes telescópios não são capazes de mostrar (o que obviamente era um problema), eles amarraram oito lentes teleobjetivas (objetos que estamos familiarizados faz tempo) para criar o seu próprio telescópio caseiro (Eureka!).

Então, graças a essa nova invenção, eles rapidamente descobriram nada menos que sete novas galáxias. Sabe o que é mais legal? As lentes teleobjetivas são, como falei, absolutamente comuns. Só que ninguém tinha percebido seu potencial para um contexto diferente de onde elas geralmente são usadas. Elas são, por exemplo, o tipo de lentes mais usado por fotógrafos que fazem a cobertura de eventos esportivos, como a Copa do Mundo. Aliás, se você acompanhou algum dos jogos de um dos maiores eventos esportivos do mundo, deve ter reparado no mar de fotógrafos a beira dos campos. Se você não viu, é porque eles estavam escondidos atrás dessas lentes – que são realmente muito grandes. O pulo do gato foi resolver apontá-las para o espaço, como esclarece Pieter Van Dokkum, presidente do departamento de astronomia da Universidade de Yale, que ajudou a projetar o telescópio.

A equipe decidiu chamar a invenção da Dragonfly Telefoto. “Dragonfly” significa “libélula” em inglês, e foi o nome escolhido por conta da semelhança entre o novo telescópio e os olhos do inseto.

A equipe de Yale espera que seu novo telescópio os ajude a ver todos os tipos de objetos celestes anteriormente desconhecidos, incluindo detritos causados ​​por colisões entre galáxias ocorridas há muito tempo. Viu como você não precisa mover montanhas ou inventar a nova roda para fazer descobertas emocionantes?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s