De onde vieram os nomes dos planetas?

Os nomes dos planetas do sistema solar são derivados da mitologia romana e grega, com exceção da Terra. Os cinco planetas visíveis facilmente a olho nu (Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno) foram observados por toda a história humana, e as culturas antigas apelidaram os astros de muitas maneiras diferentes. Os romanos nomeavam esses planetas de acordo com os seus movimentos e aparência. Por exemplo, Vênus, o planeta mais brilhante visto da Terra, é também o nome da deusa romana da beleza, enquanto o avermelhado Marte é também nome do deus da guerra. Estes nomes romanos foram adotados por línguas e cultura europeias e tornaram-se padrão na ciência.

Mercúrio, o planeta mais próximo do Sol, é obviamente o planeta que o orbita mais rápido. Por esse motivo, os gregos o chamaram de Hermes, o veloz mensageiro do Olimpo. O nome atual do planeta é a versão romana do deus. Júpiter é o maior planeta do sistema solar. Por essa razão, leva o nome da maior divindade romana. Os gregos o chamavam de Zeus. Para os romanos, Saturno é o pai de Júpiter. Especialistas acreditam que como o Saturno está mais distante do que Júpiter, os antigos viram isso como uma representação entre pai e filho. A existência do planeta Netuno foi prevista por dois astrônomos (John Couch Adams e Urbain Jean Joseph Leverrier), e quando foi descoberto com telescópios, houve um debate sobre quem deveria nomea-lo. Leverrier queria colocar seu próprio nome no planeta. No entanto, o nome de Netuno foi proposto e tornou-se o padrão usado por cientistas.

Urano, descoberto por William Herschel, foi nomeado inicialmente Georgian Sidus, em homenagem ao rei inglês Jorge III. Evidentemente, o nome não pegou em outros países e foi rebatizado como uma homenagem ao deus grego do céu.

Plutão (que não é mais planeta) foi descoberto em 1930 por Clyde Tombaugh. Como está muito distante do Sol, o nome definido para o planeta-anão é uma homenagem ao deus do submundo.

Já o nosso planeta não tem um nome derivado de nenhuma mitologia, e significa “solo”. Os gregos chamavam a nossa casa de Gaia, e os romanos de Telo.

Então, quem é responsável por nomear objetos do sistema solar que são descobertos agora? Desde a sua organização em 1919, a União Astronômica Internacional (IAU) ficou encarregada de nomear todos os objetos celestes. Quando um astrônomo descobre um objeto, ele pode enviar uma sugestão para a IAU, que aprova ou sugere um nome diferente. Uma vez que não deve existir mais nenhum planeta desconhecido no sistema solar, a IAU criou normas para a nomeação de luas, características da superfície, asteróides e cometas.

Fonte: http://misteriosdomundo.com

Acesse nosso Facebook – https://www.facebook.com/UniversoGenial?ref=hl

Acesse nosso Twitter – https://twitter.com/universo_genial

Acesse nosso Google+ – https://plus.google.com/107605484812488210103

Anúncios

11 comentários em “De onde vieram os nomes dos planetas?

  1. Acho bem legal essa norma de nomear os corpos celestes a partir de entidades da mitologia grega, também sou louca por astronomia, não vejo a hora de começar a faculdade! Parabéns pelo blog (:

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s