Asteróide aquoso indica exoplanetas habitáveis fora do sistema solar.

Astrônomos descobriram os destroços de um asteroide que continha grandes quantidades de água orbitando uma anã branca. Isto sugere que a estrela GD 61 e seu sistema planetário – localizado a cerca de 150 anos -luz de distância, ao final de sua vida – tinha o potencial para conter exoplanetas semelhantes à Terra, afirmam os astrônomos. Esta é a primeira vez que a água e uma superfície rochosa – dois ” ingredientes-chave ” para planetas habitáveis ​​- foram encontrados juntos além do nosso sistema solar. Terra é essencialmente um planeta seco com apenas 0,02% de sua massa na forma de água na superfície, os oceanos vieram muito depois do planeta ter se formado, o mais provável é que asteroides ricos em água do sistema solar colidiram com o nosso planeta.

A nova descoberta mostra que esse “sistema de entrega”  de água poderia ter ocorrido neste distante, e agonizante sistema solar da anã branca – como as últimas evidências apontam que ele possuía um sistema de entrega de água similar ao que teria trazido a primeira água para a Terra. O asteroide analisado tem sua massa composta por 26% de água, muito semelhante a Ceres, o maior asteroide do cinturão principal de nosso sistema solar. Ambos são muito mais ricos em água em comparação com a Terra. Os astrônomos das Universidades de Cambridge e Warwick dizem que esta é a primeira “prova fiável” de um material rico em água e rochoso em qualquer sistema planetário extra-solar. Eles o descrevem como um “olhar para o nosso futuro “, como , seis bilhões de anos, os astrônomos alienígenas estudando os restos rochosos em torno de nossa queimado sol podem chegar à mesma conclusão – que os planetas rochosos, uma vez circularam a nossa estrela-mãe.

As novas descobertas da pesquisa usaram o Telescópio Espacial Hubble da NASA e foram relatadas na revista Science.

“A descoberta de água em um grande asteroide significa que os blocos de construção de planetas habitáveis ​​existiam – e talvez ainda existam – no sistema de GD 61, e provavelmente também em torno de um número substancial de estrelas-mãe semelhantes”, disse o principal autor do estudo Jay Farihi , do Instituto de Cambridge de Astronomia.

” Esses ricos em água, blocos de construção, e planetas similares a terra que eles criam, podem de fato ser comuns – um sistema não pode criar coisas tão grandes como asteroides e evitar a construção de planetas e GD 61 tinha os ingredientes para oferecer muita água para suas superfície” disse Farihi.

Os pesquisadores dizem que a água que detectaram, provavelmente veio de um planeta menor, de pelo menos 90 km de diâmetro, mas provavelmente muito maior, uma vez que orbitou a estrela GD 61, antes de se tornar uma anã branca em torno de 200 milhões de anos atrás.

Anteriores e atuais observações astronômicas mediram o tamanho e a densidade de exoplanetas, mas não a sua composição. Isto é porque o trabalho convencional foi feito em planetas que orbitam estrelas vivas. Mas a única maneira de ver do que um planeta distante é feito é desmontá-lo, dizem os pesquisadores, e a natureza faz isso para nós em um sistema de anã branca morrendo por meio de sua atração gravitacional extrema – sugando e triturando o material circundante.

Esses detritos , que “poluem” a atmosfera da uma anã branca, podem ser quimicamente analisados utilizando técnicas de espectrografia poderosas que “destilam o asteroide inteiro, com o núcleo e tudo”, dizem os pesquisadores.

A equipe detectou uma gama de “abundância elementar” em atmosfera contaminada da anã branca – tal como magnésio, silício e ferro, que , em conjunto com o oxigênio são os principais componentes de rochas.

Ao calcular o número desses elementos em relação ao oxigênio, os pesquisadores foram capazes de prever a quantidade de oxigênio que deve estar na atmosfera da anã branca – mas não encontraram “significativamente ” mais oxigênio do que se houvesse apenas rochas.

Fonte: http://cienciasetecnologia.com

Acesse nosso Facebook – https://www.facebook.com/UniversoGenial?ref=hl

Acesse nosso Twitter – https://twitter.com/universo_genial

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s