Planeta solitário, sem uma estrela-mãe, é descoberto.

Astrônomos descobriram um planeta solitário que está flutuando por si só no espaço profundo, sem orbitar nenhuma uma estrela. O poderoso telescópio Pan-STARRS 1, localizado no topo do vulcão Haleakala, no Havaí, detectou pela primeira vez um mundo alienígena solitário localizado a 80 anos-luz da Terra através de sua fraca assinatura de calor, enquanto estava à procura de anãs marrons. Apelidado de PSO J318.5-22, o exoplaneta é relativamente jovem, com cerca de 12 milhões de anos de idade.

PSO-J318.5-22

Com uma massa 6 vezes maior do que a de Júpiter, o planeta se assemelha a gigantes gasosos que orbitam jovens estrelas. Mas a única coisa que parece estar faltando é uma estrela-mãe. “Nós nunca antes vimos um objeto parecido como este flutuando livremente no espaço. Ele tem todas as características de planetas jovens encontrados ao redor de outras estrelas, mas está completamente sozinho”, disse o pesquisador Michael Liu, do Instituto de Astronomia na Universidade do Havaí. “Eu sempre quis saber se tais objetos solitários existiam, e agora temos certeza”. A ausência de uma estrela brilhante pode ser uma benção para os cientistas que tentam entender a natureza dos planetas fora do nosso sistema solar.

Pesquisadores tipicamente estudam esses mundos alienígenas através de meios indiretos, como a variação do brilho de uma estrela causada pela passagem de um planeta.

“Os planetas encontrados por imagens diretas são incrivelmente difíceis de estudar, uma vez que eles estão bem perto de suas estrelas hospedeiras, que geralmente são muito brilhantes,” disse Niall Deacon, do Instituto Max Planck de Astronomia, na Alemanha. “PSO J318.5-22 não está orbitando uma estrela, e por isso vai ser muito mais fácil para nós estudá-lo. Ele nos dará uma vista maravilhosa sobre o funcionamento interno dos gigantes gasosos como Júpiter logo após o seu nascimento.”

O número de exoplanetas conhecidos explodiu ao longo dos últimos 10 anos. Astrônomos confirmaram mais de 800, mas algumas estimativas sugerem que há provavelmente bilhões de planetas somente em nossa galáxia, a Via Láctea.

PSO J318.5-22 foi descoberto acidentalmente durante uma pesquisa sobre anãs marrons, objetos cósmicos às vezes chamados de “estrelas fracassadas” porque eles são maiores do que os planetas, mas muito frios para se tornarem uma estrela.

Fonte: http://www.space.com

Acesse nosso Facebook – https://www.facebook.com/UniversoGenial?ref=hl

Acesse nosso Twitter – https://twitter.com/universo_genial

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s