Meteoro pode ter caído no Canadá há 13 mil anos.

Um impacto de um meteoro ou cometa perto de Quebec, no Canadá, pode ter liberado uma chuva de rocha derretida quente ao longo da costa atlântica da América do Norte cerca de 12.900 anos atrás. No momento do impacto, a região era coberta por uma camada de gelo continental, como a Antártica e a Groenlândia são hoje. “Nós temos evidências de um impacto sobre a camada de gelo”, disse o co-autor do estudo Mukul Sharma, geoquímico da Faculdade de Dartmouth, EUA.

A nova pesquisa sacode a controversa teoria sobre a grande mudança climática chamada de Dryas recente, quando a Terra abruptamente entrou em um período glacial há 12.900 anos atrás. O resfriamento tem sido atribuído a uma parada súbita nas correntes do Atlântico Norte. Mas em 2007, os cientistas sugeriram que o impacto de um cometa ou meteoro provocou o Dryas recente, embora uma cratera dessa idade jamais tenha sido encontrada. Agora, pequenas partículas encontradas em Nova Jersey e na Pensilvânia, e analisadas ​​por Sharma e seus colegas, podem ser vestígios da chuva de rocha fundida que caiu sobre a região do nordeste dos EUA e sudeste do Canadá.

No entanto, elas nunca foram datadas com precisão, Sharma admite. Elas podem ser vários milhares de anos mais velhas que o evento glacial. “Estamos assumindo que elas têm uma idade de cerca de 12.900 anos, mas datar é uma das coisas que devem ser feitas melhor”, disse Sharma.

Sharma e seus colegas mediram isótopos de ósmio na rocha derretida e seu sedimento circundante. Meteoritos têm, normalmente, muito mais ósmio do que rochas da Terra. (Isótopos são versões de elementos com diferentes números de nêutrons.) Mas nenhuma das partículas era de origem extraterrestre,

“Parece evidente que estas coisas foram produzidas por um impacto cósmico, mas não encontramos quaisquer evidências de meteoritos ou cometas”, disse Sharma, que continua convencido de que as partículas encontradas vinculam-se ao resfriamento Dryas recente, e continua buscando novas evidências que possam apoiar a tese.

Fonte: http://misteriosdomundo.com

Acesse nosso Facebook – https://www.facebook.com/UniversoGenial?ref=hl

Acesse nosso Twitter – https://twitter.com/universo_genial

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s