Oito motivos para estudar Astronomia.

A admiração e curiosidade que o homem sente pelo céu são bem antigas – remontam a cerca de 3000 AC entre os sumérios da Mesopotâmia (onde é o atual Curdistão). E s fenômenos celestes sempre ditaram o ritmo da vida aqui embaixo. Literalmente. De acordo com o professor Marcelo Souza, do Observatório Astronômico Luis Cruls, foram os astros que nos ensinaram a contar os dias e as horas: “A astronomia é importante para entendermos os dias e as noites, as estações do ano, o calendário e as marés – está presente no nosso cotidiano”, afirma. 374189_387078264742403_1872384867_n

Além disso, o estudo do Universo mudou completamente a forma como vemos e pensamos o mundo hoje. Renato Las Casas, professor e astrônomo da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), considera o telescópio o instrumento mais importante da história humana: “Seu uso nos permitiu saber que a Terra não é o centro do Universo”. Ele lembra que o italiano Galileu Galilei, ao observar as crateras e os relevos da Lua, as manchas solares e os anéis de Saturno, mostrou ao mundo que o céu, assim como o nosso planeta, também vive em um rebuliço constante. “Considero estas descobertas como a maior revolução de todos os tempos no pensamento da humanidade. Não fosse pelo telescópio, provavelmente ainda acreditaríamos na teoria geocêntrica aristotélica de cerca de três séculos antes de Cristo”, conclui. 

Traz avanços ao conhecimento.

Para a pesquisadora Duília de Mello, a astronomia gera várias perguntas e nos permite avançar no saber. “A astronomia é uma ciência básica, é uma carreira acadêmica. O astrônomo, como todo cientista, faz perguntas que ainda não têm resposta e tenta respondê-las ou pelo menos acrescentar uma pecinha nova no quebra-cabeça. Quando se investe em ciência básica como a astronomia está se investindo em crescimento do saber da humanidade. Uma sociedade que não investe em conhecimento é uma sociedade estagnada”. A Dra. Duilia de Mello é pesquisadora associada da NASA desde 2003 e leciona nos Estados Unidos desde 2008. Descobriu a supernova SN 1997D em 1997, no Chile e escreveu o livro “Vivendo com as estrelas”, onde explica como é o dia-a-dia de um astrônomo, para que serve astronomia e como se tornou cientista.

Instiga a perpetuar a sobrevivência humana.

Segundo o divulgador científico Carlos Oliveira, a astronomia alarga as perspectivas de sobrevivência porque nos permite conhecer outros ambientes para além do nosso planeta, possibilitandi-nos pensar em explorá-los. Para ele, “o motivo mais importante para se estudar astronomia é a sobrevivência humana. Temos que ter ‘muitos ovos em muitos cestos’, como disse Carl Sagan”. O astrônomo Carlos Oliveira é português, é professor de Astrobiologia na Universidade do Texas, colabora para o site AstroPt. Já trabalhou no Maryland Science Center em Baltimore (EUA).

Investiga a origem da vida.

O que é o Universo? Como teve origem? Qual o seu fim? Como surgiu a vida? Quantos planetas habitados existem e como é a vida nesses mundos? Luiz Nicolaci da Costa considera que estudar os astros é importante porque nos permite saber mais sobre nós mesmos e entender de onde viemos. Ele diz que a astronomia “procura entender a origem do Universo, das estrelas, dos planetas e da vida”. Luiz Nicolaci da Costa é doutor em Física pela Universidade de Harvard e já pesquisou na Europa, Estados Unidos e Israel. Atualmente mora no Brasil, atuando como pesquisador titular do Observatório Nacional no Rio de Janeiro.

Estreita a nossa relação com o Universo

A astronomia, para Augusto Damineli, é a ponte entre o homem e o universo e serve para estreitar a profunda e antiga relação que existe entre eles. “Muitas riquezas que circulam na Terra tiveram suas bases em descobertas astronômicas (agricultura, satélites artificiais, cálculos de estruturas na engenharia, diagnósticos via luz). A humanidade cultivou a Astronomia desde as mais remotas eras e a usou para compreender nossa relação com o Universo, para se orientar através dos astros e para dominar o tempo e as estações do ano”, afirma.  Augusto Damineli Neto pós doutorou-se em Roma e atualmente é professor na USP. Foi coordenador do Ano Internacional da Astronomia no Brasil em 2009 e entre os três livros de sua autoria está “Hubble – A Expansão do Universo”.

Inspira respeito à natureza e aos nossos limites.

De acordo com o pesquisador Marcelo Souza, a astronomia mostra a nossa finitude e ajuda a respeitar a grandeza da natureza que nos cerca: “O mais importante é que a Astronomia é uma forma de aprendermos a respeitar a Natureza e lembrar-nos de nossos limites. Um exemplo é quando queremos realizar observações do céu e temos o firmamento coberto por nuvens. Não há o que fazer. Temos que respeitosamente aguardar que a Natureza nos brinde com momentos de céu limpo”, lembra. Marcelo de Oliveira Souza, professor da Universidade Estadual do Norte Fluminense, é coordenador do Observatório Astronômico Louis Cruls (CEFET – Campos dos Goytacazes/RJ). Entre suas áreas de atuação está a divulgação científica, pelo que coordenou o projeto “Universe Awareness” no Brasil durante o Ano Internacional da Astronomia em 2009.

Faz com que a tecnologia e o progresso avancem.

Para o cientista Eduardo Telles, a astronomia impulsiona a tecnologia, o que resulta em uma vida melhor e mais confortável a todos. “A astronomia é possivelmente hoje a ciência que traz maiores desafios tecnológicos em todas as áreas, da engenharia mecânica na construção de grandes telescópios à engenharia ótica e eletrônica, além da computacional. Essa demanda tecnológica resulta em produtos e desenvolvimento, o que traz benefícios diretos à sociedade no dia a dia. Veja, por exemplo, o desenvolvimento dos semi-condutores que fazem parte dos computadores e dos dispositivos que estão em todas câmeras fotográficas digitais hoje”. José Eduardo Telles é doutor em Astrofísica pela Universidade de Cambridge e pós-doutor pela Universidade de São Paulo. Atualmente é pesquisador titular do Observatório Nacional (RJ) e já trabalhou como pesquisador associado na Universidade da Virgínia (EUA).

Permite um exercício mais pleno da cidadania.

Renato Las Casas acredita que a astronomia é uma ótima maneira de introduzir as pessoas à ciência, indispensável para o exercício da cidadania hoje. “Considero a astronomia a melhor porta de entrada para a ciência, seja para crianças ou adultos. E o mundo agora tomou rumos de forma que saber ciência é importantíssimo. Não apenas porque gera dinheiro – os países que têm conhecimento científico produzem aquilo que o mundo quer comprar hoje – mas, mais importante que isso, é necessário que se saiba um mínimo de ciência para exercer a cidadania. Veja por exemplo as questões de natureza científica que estão sendo votadas no Congresso, como a respeito dos alimentos transgênicos, das células-tronco e mesmo do aquecimento global. Muitas vezes elegemos este ou aquele político para defender determinada posição quanto a assuntos como estes, mas sem saber de fato o que estão defendendo.” Renato Las Casas é mestre em Física e professor assistente na UFMG com experiência em Astrofísica. Coordena o Observatório Astronômico Frei Rosário há 17 anos e recebeu o prêmio Prof. Francisco de Assis Magalhães Gomes pelo seu trabalho de popularização da Ciência

Desperta a sensibilidade entre as pessoas.

Para Nuno Gomes, a astronomia contribui para que o mundo se torne um lugar melhor, pois inspira a curiosidade e um sentimento fraterno entre as pessoas. “Acredito que a ciência em geral e a Astronomia em particular podem contribuir de forma determinante para que o mundo se torne um lugar melhor. É uma disciplina que inspira facilmente as pessoas e leva a que se desperte a curiosidade nelas. Essa curiosidade torna-nos mais atentos e sensíveis a tudo o que nos rodeia (inclusive uns aos outros)”, afirma. O astrônomo português Nuno Gomes é doutorando pela Universidade do Porto e está desenvolvendo sua tese no Observatório Europeu do Sul (ESO, na sigla em Inglês). Entre seus objetos de estudo está a formação de planetas.

Fonte: http://educarparacrescer.abril.com.br

Acesse nosso Facebook – https://www.facebook.com/UniversoGenial?ref=hl

Acesse nosso Twitter – https://twitter.com/universo_genial

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s