Astrônomos observam pela 1ª vez galáxia se alimentando.

Essa é uma distante e faminta galáxia localizada a mais de 11 bilhões de anos-luz de distância da Terra. Os astrônomos sempre suspeitaram que as galáxias crescem sugando material de seus arredores, mas este processo tem-se revelado muito difícil de ser observado diretamente. Agora, o Very Large Telescope, do ESO, foi utilizado para estudar um alinhamento muito raro entre uma galáxia distante e um quasar* (denominado HE 2243-60) ainda mais distante.

Galáxia-se-alimentando

Um quasar é o centro extremamente brilhante de uma galáxia alimentada por um buraco negro supermassivo. São descritos como os objetos mais energéticos e brilhantes do universo. A intensa luz do quasar passa através do material ao redor da galáxia em primeiro plano antes de atingir a Terra, tornando possível explorar em incríveis detalhes as propriedades do gás sendo absorvido pela galáxia e dando a melhor vista até agora de uma galáxia se alimentando.

“Este tipo de alinhamento é muito raro e nos permite fazer observações únicas”, disse Nicolas Bouché, do Instituto de Pesquisa em Astrofísica e Planetologia, em Toulouse, na França, e principal autor do novo estudo.

Galáxias esgotam rapidamente os seus reservatórios de gás conforme elas criam novas estrelas e devem de alguma forma serem continuamente reabastecidas com gás fresco para continuarem ativas. Os astrônomos suspeitavam que a resposta para este problema reside na captura do gás frio do espaço intergaláctico pela atração gravitacional da galáxia. Neste cenário, uma galáxia arrasta para dentro o gás que, em seguida, circula em torno dela, antes de ser sugado.

Embora algumas evidências de tal acreção terem sido observadas em galáxias anteriormente, o movimento do gás e as suas outras propriedades não tinham sido completamente explorados até agora.

Os astrônomos já encontraram evidências de material em torno de galáxias no universo primordial, mas esta é a primeira vez que eles foram capazes de mostrar claramente que o material está se movendo para dentro da galáxia. A equipe também determinou a composição deste combustível para a futura geração de estrelas. E neste caso, em particular, sem a luz do quasar para atuar como uma sonda, o gás circundante seria indetectável.

Acesse nosso Facebook – https://www.facebook.com/UniversoGenial?ref=hl

Acesse nosso Twitter – https://twitter.com/universo_genial

Anúncios

6 comentários em “Astrônomos observam pela 1ª vez galáxia se alimentando.

  1. esse processo de acreção, é bom notar, ocorre após a formação galática pelo quasar; e pode ser bem descrito pelo exemplo da própria Via Láctea, que em seu interior agregou várias outras galáxias menores (determinadas por seus movimentos aleatórios), sendo que, as galáxias satélite ‘nuvens de magalhães’ (grande e pequena) estão em processo avançado de ‘canibalização’… http://pt.wikipedia.org/wiki/Nuvens_de_Magalhães

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s