Vida na Terra acabará daqui a 2,8 bilhões de anos.

O mundo inteiro está condenado. Conforme o sol fica mais e mais quente, maior será a evaporação das águas dos oceanos. A intensa chuva resultante vai remover aos poucos o dióxido de carbono da atmosfera. sso significa que todas as plantas vão morrer. Haverá muito pouco CO2 para elas realizarem a fotossíntese. Sem as plantas, todos os herbívoros vão morrer. Então não haverá alimento para os carnívoros – incluindo nós.

Terra-morta

Nossa espécie morrerá em um planeta árido tão seco que não existirá oceanos, lagos ou rios, à menos, claro, se colonizarmos um mundo habitável fora do sistema solar. “Uma combinação de mudanças ambientais lentas e rápidas resultará na extinção de todas as espécies na Terra, com os últimos habitantes desaparecendo dentro de 2.8 bilhões anos a partir de agora,” prevê o cientista O’Malley-James. Ele diz que nós temos cerca de 2 bilhões anos restantes antes dos oceanos evaporarem deixando para trás uma paisagem de dunas de areia ressecadas – um ambiente semelhante a Marte.

Os últimos vestígios de vida na Terra serão recuados aos poucos reservatórios de água deixados em nosso planeta. Como é bem conhecido na teoria de evolução estelar, o sol vai permanecer estável nos próximos bilhões de anos, mas tornará-se cada vez mais brilhante e mais quente. “O futuro da Terra será muito hostil à vida neste ponto.”, diz O’Malley-James. “Todos os seres vivos necessitam de água em estado líquido, portanto, qualquer vida restante será restrita a bolsões de água líquida, talvez em altitudes mais baixas (como acontece com os lagos em Titã, talvez) ou em cavernas. Esta vida terá que lidar com temperaturas elevadas e radiação ultravioleta intensa. “

Esta previsão sombria é preocupante porque tem havido uma série de notícias sobre a descoberta de planetas do tamanho da Terra nas zonas habitáveis em torno de outras estrelas, mas pouco se sabe sobre o estágio de evolução da estrela hospedeira desses planetas.

Embora o sol queime combustível como uma estrela de sequência principal por 10 bilhões de anos, a janela para o avanço de vida na Terra é de cerca de 25% de toda a vida do sol, de acordo com este último modelo.

Fonte: http://misteriosdomundo.com

Acesse nosso Facebook – https://www.facebook.com/UniversoGenial?ref=hl

Acesse nosso Twitter – https://twitter.com/universo_genial

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s