NASA tem plano audacioso de capturar asteroide e trazê-lo para orbitar a Lua.

Nesta semana, a NASA anunciou um projeto bilionário e pretencioso. A Agência Espacial Norte Americana pretende capturar um asteroide com uma bolsa gigante e rebocá-lo até a lua. A missão, que já havia sido sugerida no ano passado, se posta em prática, custará aproximadamente R$ 5,33 bilhões no total, no quais 200 milhões seriam pedidos ao Congresso. Ao que tudo indica, é possível que o projeto saia mesmo do papel, já que o presidente, Barack Obama, deu total apoio e até anunciou a meta de enviar astronautas a um asteroide que estará próximo da Terra em 2025.

keck-e-nasa

Segundo os planos da NASA, eles pretendem tirar de órbita um asteroide de 500 toneladas utilizando uma nave espacial não tripulada, e levá-lo em órbita próxima à Lua. Em uma missão totalmente robótica, os pesquisadores esperam encontrar uma rocha espacial que contenha 200 toneladas de silicatos, 100 toneladas de água, 100 toneladas de compostos de carbono, 90 toneladas de metais. Para isso, será utilizada uma sonda que pesa cerca de 18 toneladas, que será lançada pelo foguete Atlas V, e que usará a gravidade da Lua para puxar a rocha.

Quando a sonda já estivesse próxima do asteroide, ela implantaria uma enorme bolsa inflável para envolver a matéria espacial, e com diversas cordas fecharia a abertura do saco para tentar tirá-la de órbita e transportá-la. Há a probabilidade de que haja um impacto entre a sonda e a rocha, e há também o risco de que o asteroide é quem capture a sonda devido o seu peso sessenta veze maior.

Caso a sonda consiga capturar o asteroide com sucesso, ela precisaria de um combustível potente para arrastá-lo, e por isso, os pesquisadores pretendem usar um sistema de propulsão elétrica e energia solar. O percurso para trazer a rocha espacial próximo a Terra seria de aproximadamente dois a seis anos.

A ideia de explorar os recursos naturais de asteroides remonta mais de cem anos, mas só agora temos a tecnologia para fazer disso uma realidade”, diz o relatório feito pelos pesquisadores do projeto do Instituto de Estudos Espaciais Keck.

Mantendo um asteroide tão próximo da Terra, seria possível uma exploração humana jamais experienciada até então. “Seria a primeira tentativa da humanidade de modificar os céus para permitir o assentamento permanente dos seres humanos no espaço”, afirma o relatório.

Acesse nosso Facebook – https://www.facebook.com/UniversoGenial?ref=hl

Acesse nosso Twitter – https://twitter.com/universo_genial

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s