Astrônomos observam intrigante Sistema Solar.

Estrelas como o Sol, eventualmente, esgotam seu hidrogênio e incham em gigantes vermelhas ao final de suas vidas, para posteriormente colapsar, dizimar todos os planetas próximos e deixar uma pequena anã branca. Mas uma estrela próxima, localizada a cerca de 100 anos-luz de distância, foi flagrada em um breve estágio antes da fase de gigante vermelha – e tem um disco de poeira até então observado somente em jovens estrelas.

Astrônomos-observam-intrigante-sistema-solar

Kappa Coronae Borealis (κ CRB) é um pouco mais massiva que o Sol. Tem constantemente queimado hidrogênio durante 2,5 bilhões de anos, mas agora entrou em seus “anos de aposentadoria” como uma subgigante. κ CrB é conhecido por ter um planeta massivo (com cerca de duas vezes massas de Júpiter) em órbita junto a um segundo mundo. Mas o mais interessante é a presença de um anel de poeira e detritos em torno da estrela. Segundo os pesquisadores, é a primeira vez que tal anel é observado em uma estrela antiga.

“Esta é a primeira estrela de sua idade que encontramos um disco de detritos e um ou mais planetas em órbita”, disse Amy Bonsor, principal autor do estudo. A descoberta foi possível graças às observações em infravermelho do Observatório Espacial Herschel. A emissão luminosa do disco parece mostrar uma região de restos de colisões de asteroides e/ou cometas. Pensa-se que o nosso sistema solar possuía uma região semelhante durante seus primórdios, mas os detritos foram espalhados com a evolução do Sol.

“O disco sobreviveu de κ CRB viveu uma vida inteira sem ser destruído. Isso é muito diferente do que aconteceu no nosso próprio sistema solar, onde a maior parte dos destroços desapareceu durante uma fase chamada Intenso Bombardeio Tardio, cerca de 600 milhões de anos após a formação do Sol “, acrescentou Bonsor.

Não só é o disco o único fator interessante no que diz respeito à κ CrB. Além de abrigar planetas, os astrônomos acreditam que há uma anã marrom orbitando a estrela .“É um sistema misterioso e intrigante: há um planeta ou mesmo dois planetas esculpindo um disco largo, ou será que a estrela tem uma companheira anã marrom que dividiu o disco em dois? Não sabemos”, concluiu Bonsor.

Acesse nosso Facebook – https://www.facebook.com/UniversoGenial?ref=hl

Acesse nosso Twitter – https://twitter.com/universo_genial

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s