Arp 303 – Um Belo Par de Galáxias Observado Pelo Hubble

Uma bela imagem do Telescópio Espacial Hubble mostra duas galáxias espirais peculiares. As duas galáxias são conhecidas de forma coletiva como Arp 303, e o par está localizada a cerca de 275 milhões de anos-luz de distância da Terra. O par de galáxias é formado pela IC 563, a galáxia que está na parte inferior direita da imagem e pela IC 564, a galáxia que está na parte superior esquerda da imagem.

Essas duas galáxias fazem parte do chamado Atlas de Galáxias Peculiares, um catálogo de galáxias incomuns que foi produzido pelo astrônomo Halton Arp em 1966. Ele reuniu nesse catálogo um total de 338 galáxias, e o atlas foi publicado originalmente em 1966 pelo Instituto de Tecnologia da Califórnia.

Continuar lendo

As Relatividades de Einstein

A teoria da relatividade foi uma revolução para o século XX, pois ela provocou inúmeras transformações em conceitos básicos e também proporcionou que fatos importantes, ainda não explicáveis, pudessem ser entendidos. Essa teoria surgiu com o físico alemão Albert Einstein. Nascido em Ulm, Einstein foi um físico e pesquisador muito conhecido por ter proposto a teoria da relatividade, mas também foi ele que explicou corretamente o efeito fotoelétrico.

A teoria da relatividade é composta de duas outras teorias: Teoria da Relatividade Restrita, que estuda os fenômenos em relação a referenciais inerciais, e a Teoria da Relatividade Geral, que aborda fenômenos do ponto de vista não inercial. Apesar de formar uma só teoria, elas foram propostas em tempos diferentes, mas ambas trouxeram o conhecimento de que os movimentos do Universo não são absolutos, mas, sim, relativos. Vamos conhecer mais sobre elas?

Continuar lendo

Estranhas bolhas no Universo!

Pesquisadores acreditam em duas principais hipóteses que explicam o fenômeno: uma pode ser a fusão de buracos negros e a outra é uma explosão estelar, dois eventos raros de serem observados.

Estranhas “ondas circulares de rádio” que intrigaram os cientistas em 2020 podem ter relação com explosões espaciais em galáxias distantes causadas por eventos como a fusão de buracos negros ou uma “explosão estelar”, quando diversas estrelas são formadas subitamente.

#Universo

Na época da descoberta, os pesquisadores observaram o evento atípico pelo radiotelescópio australiano ASKAP (Australian Square Kilometre Array Pathfinder) e o nomearam de “estranhos círculos de rádio” (ou OCRs, odd radio circles, na sigla em inglês) justamente devido à essa sua singularidade.

Continuar lendo